As inscrições podem ser feitas através do endereço https://covid19.min-saude.pt/colaborar-com-o-sns/, e pode-se contribuir com equipamentos, serviços ou outros apoios específicos, através de instituições, empresas ou a título individual.

O Ministério da Saúde solicitou à Ordem dos Médicos Dentistas a divulgação desta plataforma e irá avisar a OMD de qualquer solicitação específica que venha a ser necessária.

Em reunião, esta sexta-feira (20 março 2020), por videoconferência, com o Ministério da Saúde, a OMD e as restantes ordens da área da saúde avisaram que aguardam com urgência que o INFARMED e o Ministério da Saúde assegurem a introdução no mercado dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI) adequados, certificados, e em quantidade suficiente, para cumprir os requisitos que no caso da medicina dentária, a OMD divulgou no seu site para o atendimento de urgência e não adiável.

Foi ainda feito um alerta pela diretora-geral da Saúde para a existência de muitos equipamentos de proteção individual, nomeadamente máscaras, não certificados e que não cumprem as normas do INFARMED para introdução no mercado.

Num ofício enviado à OMD, o secretário de Estado da Saúde saúda “a Ordem dos Médicos Dentistas pela disponibilidade no combate a esta epidemia”. António Sales afirma que “Portugal precisa da vossa força (dos médicos dentistas), do vosso empenho e da vossa resiliência para atravessar esta dificuldade.

Precisa também da vossa segurança e o Ministério da Saúde tudo está a fazer para garantir que os mui prestimosos cuidados prestados aos doentes, durante a pandemia pelo novo coronavírus, sejam feitos com garantias para a integridade física de quem os presta”. O governante realça que “vivemos hoje um momento sensível, desafiante e de carácter excecional, que ameaça a nossa estabilidade colectiva enquanto país, ameaça o Mundo e põe à prova o nosso sistema de Saúde”. E conclui o ofício escrevendo: “confiantes de que seguiremos juntos, com confiança, nesta missão para a qual estamos todos convocados”.

Reunião do Ministério da Saúde com ordens profissionais

 

À OMD chegou entretanto um apelo dramático dos Serviços Prisionais.

O diretor-geral dos Serviços Prisionais revelou num email enviado à OMD que “os estabelecimentos prisionais lutam com uma escassez desesperante de máscara e luvas de proteção individual, face à epidemia que é de todos conhecida. Ocorre-me que, por força da suspensão forçada da atividade dos médicos dentistas, o stock ou parte dele de máscaras e luvas que exista nos consultórios dentistas do país, possa ser canalizado para auxílio dos estabelecimentos prisionais.”

Rómulo Mateus solicita à OMD autorização para que os “estabelecimentos prisionais do país (…) demandarem os consultórios de médicos dentistas da área da sua localização, em busca do material que nos pudesse ser disponibilizado.” O diretor-geral agradece a colaboração da OMD e dos médicos dentistas, salientando ser “muito difícil o momento que se vive, em termos de equipamento de proteção individual, e enquanto não nos é disponibilizada a nossa quota-parte da reserva estratégica nacional”.

Os médicos dentistas que quiserem colaborar podem contactar a enfermeira chefe Maria João Eliseu através do email: mjeliseu@dgsp.mj.pt ou do número 918625109.

Recorde-se que no inquérito online realizado pela OMD, a 13 de março de 2020, cerca de 4,557 médicos dentistas manifestaram disponibilidade para ajudar em campanhas de apoio ao combate da pandemia COVID-19. Numa reunião com a ministra da Saúde, a OMD fez chegar esta disponibilidade, bem como ao presidente dos SPMS – Serviços Partilhados do Ministério da Saúde.

Ficou então acordado que esta participação seria implementada no âmbito da Plataforma de Registo para Reforço de Resposta em Telessaúde à Pandemia da COVID-19 e criada uma rubrica para inscrição de médicos dentistas.