29 de março 2018

Albufeira

10:00 a 11:00

A data limite para a inscrição foi atingida.

Resumo do curso

A fase de dentição mista é um período muito importante para o estabelecimento de uma correta oclusão no adulto.

A “Erupção” é um processo firmemente coordenado, regulado por uma série de eventos entre o folículo dentário e os osteoblastos/ osteoclastos do osso alveolar.

Qualquer distúrbio neste processo pode afetar a erupção normal do dente. Os resultados variam de uma erupção tardia até uma falha completa de erupção, incluindo a transposição, erupção ectópica e impactação.

Os distúrbios de erupção podem ser devido a fatores sistémicos, genéticos ou locais. Como fatores locais podemos referir a presença de dentes supranumerários, odontomas, quistos, anquilose dos dentes temporários, tecido mole fibrosado, falta de espaço devido à perda precoce dos dentes temporários, retenção prolongada dos dentes temporários, deslocamento físico do gérmen dentário, entre outros.

Existem pequenas variações na cronologia normal de erupção, devido a fatores étnicos, raciais, sexuais ou até pequenas variações individuais, que podem influenciar este fenómeno. No entanto, a deteção de grandes alterações na cronologia ou sequência de erupção dentária, é crucial para o “timing” e seleção do plano de tratamento.

Na prática clínica, somos diariamente confrontados com diversos problemas de erupção, face às quais temos de estabelecer um correto diagnóstico e plano de tratamento, de forma a decidir quando e como intervir. Neste contexto, pretendemos dar a conhecer, através de casos clínicos, e tendo como base a literatura mais recente, quais os distúrbios de erupção mais frequentes na nossa prática clínica diária.

 

Curso ministrado por

Aline Gonçalves

  • Licenciada em Medicina Dentária pelo IUCS, em 2002
  • Mestre em Ortodontia pelo IUCS, em 2009
  • Assistente convidada de Clínica Odontopediátrica II e III no IUCS, desde 2003
  • Docente da pós-graduação em Ortodontia Intercetiva Odontopediátrica no IUCS, desde 2011
  • Docente do curso de mestrado em Ortodontia no IUCS, desde 2014
  • Master Damon em 2016
  • Membro da Sociedade Portuguesa e Espanhola de Odontopediatria, SPP e SPO
  • Prática exclusiva em odontopediatria e ortodontia