4 de maio 2020

Lisboa

21:00 a 23:00

Vip Executive Entrecampos

Preço 25

103 vagas disponíveis

Uma vez terminada a fase de instrumentação e irrigação do sistema de canais radiculares no tratamento endodôntico, o médico dentista tem de executar a fase de obturação, de forma a manter as condições de assepsia obtidas nas fases anteriores do tratamento.

Existem diferentes materiais e técnicas de obturação disponíveis no mercado, cada uma com as suas vantagens e desvantagens. Independentemente da técnica e/ou materiais utilizados, o objetivo desta fase do tratamento é sempre o mesmo: um selamento tridimensional do sistema de canais radiculares.

O objetivo desta apresentação será avaliar as vantagens e desvantagens, bem como as indicações de cada técnica e material em situações clínicas reais do dia-a-dia.

Curso ministrado por

Miguel Albuquerque Matos

  • Mestrado presencial em Endodontia – Universidade Internacional da Catalunha – Barcelona 2006 – 2008
  • Assistente Convidado de Endodontia – Universidade Fernando Pessoa desde 2008
  • Licenciado pela Universidade Fernando Pessoa – 1999-2005
  • Cofundador da EndoAcademy – Mastering Endodontics
  • Prática exclusiva em endodontia e microcirurgia
  • Palestrante em conferências nacionais e internacionais no âmbito da endodontia