Infiltração de lesões de mancha branca com resina: dois casos clínicos

Póster > Casos clínicos > Dentisteria Operatória

Hall dos Pósteres – 12 novembro, 9h30 – 10h30 – Ordem nº 68

Carlos Ferreira de Almeida

Universidade do Porto

Ana Sofia Coelho
Catarina Dourado Sequeira
Teresa Oliveira
Eunice Virgínia Carrilho

Caso 1: Doente do sexo feminino, 19 anos, insatisfeita com a presença de uma lesão de mancha branca no dente 21, de origem traumática.

Caso 2: Doente do sexo feminino, 23 anos, com história de tratamento ortodôntico, com consequente aparecimento de lesões de hipomineralização no setor antero-superior. De forma a melhorar a estética de ambos os casos, foi utilizada a técnica de infiltração de resina com ICON® (DMG, Alemanha): ácido hidroclorídrico a 15% (ICON® Etch), durante 2 minutos, desidratação com etanol a 99% (ICON® dry) e, finalmente, infiltração com resina (ICON® infiltrant), durante 3 minutos. O procedimento foi repetido uma vez nos dois casos. Realizou-se ainda um polimento final com disco e pasta de polimento.

Discussão

Após a realização do tratamento observou-se, nos dois casos, uma clara melhoria na estética das lesões infiltradas. As doentes mostraram-se satisfeitas com os resultados obtidos.

Conclusão

A técnica de infiltração de resina demonstrou permitir uma abordagem fácil e eficaz no tratamento de lesões de mancha branca. Embora inicialmente indicada apenas para tratamento de lesões de hipomineralização, o resultado do tratamento da lesão traumática apresentou um resultado bastante satisfatório. No entanto, é necessário um maior número de estudos clínicos sobre esta possível indicação, nomeadamente com períodos de follow-up mais longos e maior número de casos e, possivelmente, o desenvolvimento de protocolos específicos.

Palavras-chave

Estética, infiltração de resina, ICON, hipomineralização, lesões de mancha branca, lesões traumáticas