Miguel Fraga Gomes

Osteonecrose associada ao uso de bifosfonatos

Licenciado em Medicina Dentária

Pós-graduado/Certificado Universitário em Cirurgia Oral e Ondontologia Legal – Universidade Toulouse/AFEERO

Mestrado em Implantologia – Faculdade de Medicina Dentária da Universidade do Porto

Credenciado em Implantes Zigomáticos (Nobel Biocare-Brussels, Clinica Aparicio – Barcelona, ILAPEO–Curitiba, Brazil)

Nacionalidade: Portugal

Área científica: Cirurgia oral

2013/11/22 09:45 – 2013/11/22 10:30 | Auditório VIII

Resumo da apresentação

Os Bisfosfonatos (BP’s) são compostos químicos que se incorporam no tecido ósseo e impedem a reabsorção óssea. A acção dos osteoclastos é inibida pelos bisfosfonatos.

Durante o processo de remodelação óssea, os osteoclastos reabsorvem o osso que contem os bisfosfonatos e morrem (apoptose). Os BP´s podem ser administrados via oral ou intra-venosa.

Os BP’s orais são mais comummente utilizados no tratamento da Osteoporose sendo o composto mais usado o alendronato. Os BP’s intra-venosos são mais empregues no tratamento de doenças oncológicas, e no tratamento de complicações ósseas decorrentes de metástases ósseas.

Os compostos mais usados são pamidronato e ácido zoledronico. Porém, o trauma e a infecção parecem aumentar a demanda para o reparo ósseo, a um nível que parece exceder a capacidade hipo dinâmica do osso em responder eficazmente, o que pode resultar em osteonecrose.

Em 2003, a osteonecrose foi reconhecida como uma complicação associada com a terapia com BP’s. A Osteonecrose dos maxilares ocorre mais frequentemente após procedimentos dentários traumáticos ou ósseo-invasivos (cirurgia periodontal, colocação de implantes dentários e extracções dentárias); no entanto, casos espontâneos foram relatados na ausência de um evento precipitante.

Em determinados doentes a fazer tratamento com bisfofonatos, são de evitar tratamentos ósseo invasivos, cirurgia oral, implantes dentários, etc…

Este tipo de tratamentos devem ser executados preferencialmente antes de iniciarem a terapêutica com bisfosfonatos, ou após a interrupção da mesma.