Oswaldo Scopin

Reabilitação oral adesiva: A oclusão dentária definindo o preparo e a seleção da cerâmica

  • Mestre e doutor em Prótese pela UNICAMP
  • Pós-graduação em Prótese e Oclusão pela New York University – College of Dentistry
  • Teaching Fellow do Departamento de Odontologia Restauradora da New York University – College of Dentistry (1996/97)
  • Coordenador dos cursos de pós-graduação Lato Sensu, a nível de especialização em Implantologia e Medicina Dentária Estética do Centro Universitário Senac – São Paulo – SP
  • Editor-chefe da JCDR (Jornal of Clinical Dentistry and Research), Revista Dental Press de Estética, publicação oficial da SBOE (Sociedade Brasileira de Odontologia Estética) – 2016/18
  • Editor assistente da Revista Dental Press de Estética, publicação oficial da SBOE (Sociedade Brasileira de Odontologia Estética – 2004/2009)
  • Professor dos cursos de especialização em Dentística e de Estética Avançada – ILAPEO- Curitiba – PR
  • Membro da Sociedade Brasileira de Odontologia Estética (SBOE)
  • Junto com Sidney Kina e Ronaldo Hirata desenvolve o projeto KinaScopinHirata (KSH) para educação e treino em medicina dentária estética
  • Membro do corpo editorial da QDT (Quintessence of Dental Technology), publicação internacional anual voltada para a prótese, implante e estética (2012/16)
  • Membro do corpo editorial da Revista Clínica (Editora Ponto), que tem como editor-chefe o Prof. Dr. Luiz Narciso Baratieri
  • Editor assistente da Revista Dicas em Odontologia Estética (Editora Ponto)
  • Editor-chefe do anuário “Manual Quintessence de Tecnologia Dental e Digital”, edição 2015
  • Clínica privada voltada para implantologia e medicina dentária estética
  • Autor de artigos e capítulos de livros em vários idiomas
  • Ministra cursos e palestras no Brasil e no estrangeiro, com enfoque na implantologia e medicina dentária estética

Nacionalidade: Brasil

Área científica: Prótese fixa

14 de novembro, das 14h30 às 19h00

Auditório A

Resumo da conferência

Laminados cerâmicos e coroas conservadoras, denominadas full veneers”, são opções de tratamento para restaurações estéticas e funcionais e têm sido cada vez mais utilizados por clínicos como procedimentos previsíveis na reabilitação para a dentição anterior e posterior.

Quando aderida ao esmalte, estas modalidades de tratamento permitem aos clínicos obterem resultados estáveis a longo prazo. Usando técnicas laboratoriais atuais associadas a um protocolo clínico controlado de adesão, é possível fornecer restaurações muito finas, com perda mínima de tecido dentário.

No entanto, duas questões especiais devem ser abordadas: a preparação dos dentes e a seleção de materiais, que têm um papel importante na longevidade clínica, porque muitas vezes a dentina já está presente e pode mudar de forma drástica toda a abordagem. Esta apresentação mostrará como a oclusão dentária pode afetar esses fatores, mudando a forma como planeamos, executamos, finalizamos e controlamos uma reabilitação oral.

Patrocinador científico
3M