Sidney Kina

Conceitos oclusais e fisiológicos para a reabilitação oral

  • Cirurgião-dentista em clínica privada na cidade de Maringá, Paraná, Brasil
  • Mestre em Clínica Odontológica pela FOP/UNICAMP
  • Doutor em Prótese Dentária pela UNESP/Araçatuba
  • Autor dos livros “Invisível Restaurações Estéticas Cerâmicas” e “Equilibrium: cerâmicas adesivas case”
  • Diretor da Cátedra Universitária de Odontologia Estética Adesiva da UCAM/Espanha

Nacionalidade: Brasil

Área científica: Estética e reabilitação

28 de novembro, das 14h30 às 18h45

Sala 1

Resumo da conferência

A reabilitação oral é o maior desafio da medicina dentária restauradora. A sua necessidade pressupõe a determinação das razões e senões (causa e diagnóstico) e um método para (re)estabelecer a ordem (planeamento e tratamento). Os diferentes métodos de reabilitação oral, todos têm que se adaptar a novos problemas e estilos de vida: menos cárie e problemas periodontais (ótimo) e mais hábitos parafuncionais e lesões não cariosas (“bruxismo”, atrição, erosão e abrasão, péssimo) e a exigência de uma medicina dentária menos invasiva e mais adesiva, mais simples e menos complexa, e mais, muito mais rápida.  A proposta deste curso é trazer uma metodologia eficiente, segura e rápida para reabilitação oral, alicerçados no que há de mais novo em conceitos, tecnologias e materiais odontológicos.

 

Patrocinador científico

EXAKTUS