Rita Saias

Emigração: opção ou obrigação?

  • Licenciada em Ciência Política pelo Instituto de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa (2012-2015);
  • Atualmente a frequentar o Mestrado em Leadership, Governance and Democracy Studies no Instituto de Estudos Políticos da Universidade Católica Portuguesa;
  • Assumiu ao longo do seu percurso diferentes funções, em Portugal e no estrangeiro, na área da juventude.
  • Fez voluntariado internacional em Moçambique com a AHEAD (2014) e trabalhou em São Tomé e Príncipe como Coordenadora da ONGD WACT (2016-2017) e Consultora em Políticas de Educação do Fundo das Nações Unidas para a Infância – UNICEF (2018).
  • Em 2019 fez parte da equipa do Secretariado Executivo da Conferência Mundial de Ministros
  • Responsáveis pela Juventude e Fórum da Juventude Lisboa+21
  • Prestou ainda consultoria ao Instituto Português do Desporto e Juventude I.P. na criação dos mecanismos de monitorização e avaliação da implementação da Declaração Lisboa+21.
  • Em 2020 foi eleita por unanimidade para presidir ao Conselho Nacional de Juventude
    Desde março de 2021 que é Consultora da Casa Civil do Presidente da República para a Juventude, Diálogo Intergeracional e Envelhecimento Ativo.

Nacionalidade: Portugal

Áreas científicas: Na Ordem do Dia (emigração)

17 de novembro, de 14h30 às 16h00

Sala 2

Resumo da conferência

Esta sessão enquadra-se nos temas sociais do congresso da OMD.

Juntamos à mesa colegas jovens e mais experientes numa discussão informal sobre empregabilidade e emigração, aproximando os colegas que estão no estrangeiro aos colegas que estão em Portugal e até apresentando casos de quem vive entre “cá e lá”.

O objetivo não é obviamente incentivar à emigração, mas deixar clara que esta é uma realidade que existe e partilhar testemunhos.

Conferencista da sessão “Na Ordem do Dia” com o título Emigração: opção ou obrigação?.