Iain Chapple

A contribuição da periodontologia para os cuidados de saúde oral: abordagem personalizada, mudança de comportamento e gestão de risco | A inter-relação entre periodontite e patologias sistémicas

  • Diretor de Investigação do Instituto de Ciências Clínicas, ex-diretor da Faculdade de Medicina Dentária (2016-2020) da Universidade de Birmingham, Reino Unido
  • É autor de 13 livros didáticos e 35 capítulos
  • Foi Presidente do Grupo de Investigação Periodontal da IADR (2006-2007); foi Tesoureiro da Federação Europeia de Periodontologia (EFP) (2007-2013) e atualmente Workshop co-chair (2008-atual)
  • Presidente do Comité Científico Consultivo; Secretário-Geral (2016-2019) e Presidente do BSP (2014-2015)
  • Prémios: Medalha Tomes do Royal College of Surgeons (2011); Distinguished Scientist da IADR (2018); Eminência da EFP (2022)
  • Lidera o Grupo de Investigação Periodontal de Birmingham
  • Mais de 230 artigos
  • Lidera um serviço de periodontologia regional e um serviço nacional para adultos com Epidermólise Bolhosa

Nacionalidade: Reino Unido

Área científica: Periodontologia

Auditório C

Resumo da conferência

Apresentação 1. (14h30 - 15h45)

A contribuição da periodontologia para os cuidados de saúde oral: abordagem personalizada, mudança de comportamento e gestão de risco

Metas e objetivos
1. Descrever a lógica por trás da avaliação de risco e o seu papel na prática preventiva contemporânea.
2. Demonstrar o impacto do biofeedback personalizado, no comportamento do paciente e nas medidas clínicas de saúde oral.
3. Demonstrar que a prevenção baseada no risco é a pedra basilar da medicina dentária preventiva do século XXI.

Resultados de Aprendizagem:
1. Compreender o motivo da avaliação de risco ser central para a prática de cuidados individualizados centrados no paciente.
2. Valorizar as aprendizagens da pandemia COVID-19 e a sua influência no curto e longo prazo.
3. Estar ciente da abordagem escalonada/faseada para o tratamento baseado em evidências da diretriz clínica S3-Level/Nível-S3 para periodontite Estadio I-III e o papel principal da avaliação de risco no Passo 1.
4. Compreender o impacto do biofeedback individualizado na compreensão e envolvimento do paciente no seu próprio regime de saúde oral e o impacto nos resultados clínicos da doença
5. Valorizar a avaliação de risco na informação dos caminhos de atendimento na prática de medicina dentária contemporânea e de como ela sustenta a mudança de modelos de cuidados reparadores para modelos de bem-estar.
6. Ter uma visão do impacto médico-legal da avaliação de risco para prevenção.

Apresentação 2.

A inter-relação entre periodontite e patologias sistémicas (17h30 - 18h45)

Morte por comorbidade: há um papel para a periodontite?

Metas e objetivos
1. Partilhar a verdade sobre as relações sistémico-periodontais de acordo com a evidência atual.
2. Visualizar o impacto da periodontite como doença crónica não transmissível (DCNT) usando animações de vídeo.
3. Fornecer a base de evidência para a relação entre periodontite e doenças sistémicas.
4. Vislumbrar o futuro papel da equipa de saúde oral na gestão médica dos seus pacientes.

Resultados de Aprendizagem
No final desta palestra os participantes serão capazes de:
1. Compreender o impacto da periodontite severa na esperança de vida.
2. Ser capaz de discutir e explicar com confiança aos pacientes o impacto da saúde oral na saúde geral sem alarmá-los.
3. Compreender como a periodontite pode estar causalmente envolvida nas DCNT sistémicas do envelhecimento.