Entrada > Notícias > 2017 > Abril > Primeiro ministro refere que saúde oral é uma nova área de aposta do Governo

Primeiro ministro refere que saúde oral é uma nova área de aposta do Governo

Publicado em 2017-04-07 20:05
António Costa referiu que a saúde oral é uma nova área de aposta do Governo nos cuidados de saúde primários, a par da saúde mental na área dos cuidados continuados
Primeiro ministro refere que saúde oral é uma nova área de aposta do Governo

O primeiro ministro participou hoje, 7 de abril de 2017, nas comemorações do Dia Mundial da Saúde, este ano dedicado à depressão (consultar Depressão e problemas de saúde oral afetam-se mutumente).

Num dia dedicado à saúde mental/depressão, também a saúde oral foi lembrada pelo governante.

António Costa referiu que a saúde oral é uma nova área de aposta do Governo nos cuidados de saúde primários, a par da saúde mental na área dos cuidados continuados.

O primeiro ministro inaugurou de manhã, em Lisboa, a Unidade de Cuidados Integrados em Saúde Mental – Residência do Restelo. O ministro da Segurança Social, José António Vieira da Silva, e o ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, também participaram na cerimónia.

O alinhamento do programa do Mundial da Saúde (pdf) contou com a intervenção de diversos profissionais da área da saúde mental. Num registo mais pessoal, o cantor Jorge Palma também participou e revelou as suas experiências de depressão e abuso de substâncias.


António Gentil Martins recebeu prémio

António Gentil Martins, ex-bastonário da Ordem dos Médicos, foi eleito “Prémio Nacional de Saúde 2016”.

Esta atribuição teve “em conta a sua notável carreira assistencial, o seu contributo singular para a inovação de técnicas cirúrgicas, a extensão do acesso a modernas intervenções por parte da população pediátrica e o exemplo de cidadania interventiva que lega ao Sistema de Saúde”, resumiu a organização.

O bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas, Orlando Monteiro da Silva, presente nas comemorações do Dia Mundial da Saúde, elegeu, juntamente com os restantes bastonários da área da saúde, António Gentil Martins.

“Para além da mais valia pessoal, ética, moral, científica e socioprofissional, como ex-bastonário, não esqueço que o Dr. António Gentil Martins, então bastonário, defendeu nos anos 80 a criação de uma carreira no SNS para os médicos dentistas”, referiu Orlando Monteiro da Silva. “Infelizmente, tal nunca se veio a concretizar”, acrescentou.

685px-19830407-carreiras-antonio-gentil-martins.jpg

Há 34 anos atrás: extrato da carta de António Gentil Martins, então bastonário da Ordem dos Médicos, enviada ao ministro dos Assuntos Sociais, em 7 de abril de 1983, alertando para a falta de enquadramento da carreiras dos médicos dentistas. 


Este galardão foi criado em 2006 e visa distinguir anualmente, pela relevância e excelência, uma personalidade que tenha contribuído para a obtenção de ganhos em saúde ou para o prestígio das organizações de saúde no âmbito do Serviço Nacional de Saúde.

No ano em que a Direção-Geral da Saúde comemora o seu 117º aniversário, o Júri de Atribuição do Prémio Nacional de Saúde foi constituído pelo professor Walter Friederich Alfred Osswald, que presidiu, pelo bastonário da Ordem dos Médicos, bastonária da Ordem dos Enfermeiros, a bastonária da Ordem dos Farmacêuticos, bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas, bastonário da Ordem dos Psicólogos, bastonário da Ordem dos Biólogos, bastonária da Ordem dos Nutricionistas, e diretor do Instituto de Higiene e Medicina Tropical e pelo diretor da Escola Nacional de Saúde Pública.